Pular para o conteúdo principal

Pastel Seco - Parte 2 | Técnica básica

Saudações caros visitantes!
Hoje, vamos concluir os estudos sobre pastel seco. No post anterior, falei sobre o material em si, agora vou mostrar o que aprendi sobre como utilizar ele.

Se vc quiser, comece a ler o post do fim para o começo, na ordem de criação do desenho.

Dessa vez vou tentar ser sucinto.


Acima vocês podem ver o resultado final do desenho após todas as camadas de pastel seco. Unindo áreas borradas, riscos, pontos e detalhes.

Como podem ver na imagem acima e a seguir, faça camadas com as cores base mescladas. Os detalhes devem ser feitos depois.

Use cinza, ele serve para diminuir a intensidade da cor, na natureza, nem tudo é vibrante, principalmente as sombras dos objetos.

Vejam essa textura, que papel incrível!

O lápis pastel é muito duro, então recomendo usar ele antes do giz pastel. E nem tudo precisa ser misturado, os destalhes podem ser criados com riscos e rachuras marcadas. Trabalhos legais feitos com pastel seco sabem misturar cores borradas com riscos e pontos.

Faça camadas simplificadas e acrescente detalhes aos poucos. Pinte o fundo primeiro, para depois pintar o que esta em primeiro plano. Faça manchas grandes para depois criar detalhes. O desenho deve passar uma sensação de volume nas manchas iniciais, elas vão definir o trabalho.

Como podem ver acima, as primeiras camadas de pastel podem ser feitas de maneira bem intuitiva, faça riscos e rachuras para misturar cores e depois com o auxílio do dedo, de algodão ou papel toalha, misture tudo. Você pode usar a lateral do giz para preencher uma área maior de papel também.


O desenho inicial não precisa ser uma obra de arte, faça um esboço simples. Divirta-se com seu processo! O pastel seco vai cobrir tudo depois, te permitido fazer correções, então não se cobre tanto.

Vocês não precisam de todas as ferramentas que citei no post anterior, descubra quais são mais úteis para o seu tipo de trabalho e faça o melhor que você pode com o que você  tem. A melhor ferramenta para se trabalhar com pastel seco é a superfície da palma da mão e exceto em casos especiais, essa ferramenta você já tem.

Pastel seco é uma técnica complicada no início, então não comece adquirindo uma caixa com 72 cores, compre uma cor de lápis e de giz. Depois de entender todo o potencial do material com esses itens mínimos, você vai descobrir se precisa da caixa com 72 cores (risos). Eu precisei aumentar minha gama de cores, mas só fiz isso depois que entendi o material.

Para encerrar, deixo como "dica" minha experiência pessoal. O pastel seco sempre foi um abismo de incertezas para mim, demorei um bom tempo para quebrar o bloqueio que tinha, mas quebrei. E só fiz isso, por que insisti. Me forcei a fazer algo que achava ser impossível para mim. Demorou, sim, mas aprendi e me superei.

E antes que você fale que estou exagerando e que meus desenhos simples com pastel não são nada de mais. Não são mesmo! Mas eu superei meu bloqueio e passei de, achar que o material era inútil, para o uso regular com a intenção de me divertir. E você, tem se superado ultimamente?

Então para 2021, quero que se desafie também. Aprenda algo novo e divirta-se como hoje me divirto com o pastel seco.

Abraços e até breve!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dick Vigarista (Dastardly)

Saudações visitantes! Com o carnaval chegando, queria pintar um pouco, mas estava com preguiça de desenhar algo novo. Ando com pouquíssimo tempo ultimamente, por isso, para não desperdiçar o tempo que vou gastar com arte, tenho que escolher bem o que fazer. Se você me segue no Instagram, sabe que já desenhei o carro cinco da Corrida Maluca (Wacky Races). Entretanto, estou travado com a pintura, inclusive, estou pensando em redesenhar o carro. Isso, por que depois de concluir o desenho e começar a pintar, percebi que o carro parecia demais com um Fusca e isso não me agradou muito, pois a intenção não era de desenhar um Fusca. Vamos esperar para ver o que o futuro reserva para esse carro. Sendo assim, o jeito seria fazer algum desenho novo ou trabalhar em um que estou travado. Aí lembrei do Dick Vigarista que desenhei para a próxima coleção Wacky Races, a de personagens e ele caiu como uma luva. Estava com tanta saudades de pintar, que esse trabalho saiu num espirro. Usei basi

Astronaut - Strawberry Galaxy

Saudações visitantes! Faz uns dias que fiz o esboço do desenho a seguir (de uma versão simplificada da personagem). A ideia era usar a ilustração em uma embalagem de iogurte de morango. Como isso não aconteceu e eu acabei gostando muito do conceito, resolvi "dar vida" ao personagem em seu universo. Inicialmente, queria fazer essa pintura digitalmente, mas por falta de tempo, resolvi pintar com guache. -  Posso levar os materiais tradicionais para qualquer lugar e não preciso de energia elétrica, sequer preciso de uma mesa . - No fim, acabei usando um pouco de lápis de cor para refinar alguns detalhes e um pouco de pintura digital para corrigir alguns erros. E esse é o resultado: Fiz esse desenho no meu sketchbook A5, ele possui diversos tipos de papel, incluindo algumas folhas de Canson Layout 180g, suporte utilizado para essa pintura. Apesar desse suporte não possuir características ideais para técnicas úmidas, quando bem utilizado, resiste e entrega um resultado

The Crimson Haybailer

 Saudações visitantes! Enfim conclui a pintura do carro n.º 4 da Corrida Maluca ( Wacky Races ), ou Carro Voador (no Brasil), ou ainda The Crimson Haybailer (nos EUA). Demorou um pouco mas consegui finalizá-lo como queria. Por diversos motivos, estou com pouco tempo esses dias. Primeiro por que depois de concluir a pintura da base (última imagem da postagem) com guache, decidi que concluiria o trabalho pintando a asa inferior e a superior com o Photoshop; Segundo, neste meio tempo, acabei entrando em um emprego novo e fiquei sem possibilidades de fazer novas pinturas ou desenhos, além dos freelas que aparecem de vez em quando e sugam o restante do pouco tempo que tenho. Por isso, a pintura precisou ficar parada por um tempo. Mas nessa última sexta-feira, fiquei irritado com isso, pintei a asa superior com guache e depois de recortar e editar a imagem, corrigi a posição da asa inferior usando uma ferramenta mágica do Photoshop chamada "edição de imagem".