Eeries - Do marcador ao Photoshop

Saudações caros visitantes!

Finalizei a pintura do Eerie, e conforme falei na postagem anterior (veja clicando aqui), utilizei o Photoshop para fazer isso e foi bem divertido.


Vocês não encontraram texturas nesse desenho, o Eerie é um fantasma branco perolado, por isso não fazia sentido usar um pincel texturizado.

Nessa pintura, usei sem moderação, um pincel tipo marcador e um blender que deixa os traços esfumaçados, diferente dos outros pinceis para blender, que têm textura. Contudo, antes disso, precisei definir as graduações de cor de cada área do personagem para só depois começar a pintar (vejam no canto superior direito da imagem a seguir). Isso ajuda na hora de fazer a mistura de cores, já que a os valores já foram definidos previamente.


Observem a imagem anterior, já havia finalizado o desenho nela, contudo ainda precisava fazer as camadas de ajustes. E é ai que entram os efeitos de camada e os  Blend Modes do Photoshop.

Até tentei, mas não utilizei nada do vetor que fiz no Illustrator (veja nas imagens seguintes), não consigo pintar assim. Pinto digitalmente como se estivesse pintando naturalmente, e, em geral, utilizo apenas uma camada para a pintura e o restante são camadas de ajustes, geralmente luzes, texturas e o fundo.



O que acharam do resultado final da pintura? Adorei fazer esse estudo, passar por todas as fases do desenho foi bem interessante.

Abraços para todos e até breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguarde um pouco. Assim que eu ler seu comentário, ele será publicado e terei o maior prazer em respondê-lo.

Agradeço por comentar!

Um abraço e até breve.