Pular para o conteúdo principal

Postagens

Talvez você goste disso também:

Clock Tower - Spirited Away

Saudações visitantes. Faz um tempo que não apareço por aqui né? Vida de adulto é complicado, vocês entendem. Enfim, hoje não vou render muito. Terminei essa pintura ontem, fiz todo o processo em aproximadamente dois dias de trabalho, dividindo entre desenho e pintura. Para pintar, usei apenas guache Talens. Essa pintura, foi feita como estudo de perspectiva, mas acabou se tornando um estudo do estilo de pintura do Estúdio Ghibli. Adorei todo o processo, como o desenho foi feito no sketchbook A5, quando comecei a pintar, decidi que não ia perder muito tempo com detalhes. No fim das contas, não resisti e acabei fazendo muitos detalhes. A ideia era finalizar a pintura em um final de semana apenas, mas no fim, ainda precisei pintar um pouco na segunda-feira. Minha trajetória como artista tem diversos pontos chave, pontos em que algo muda dentro de mim e eu percebo que posso ir mais longe. Há alguns anos, isso aconteceu e eu fiz minha primeira pintura realista. Desde ent
Postagens recentes

Desenhe todos os dias!

  Saudações caros visitantes! Toda vez que alguém me pede uma dica sobre como desenhar ou pintar melhor? Sempre falo: desenhe ou pinte algo todos os dias, mesmo que sejam apenas esboços. Tento superar minha dificuldade de desenhar pessoas e me surpreendo ao conseguir entregar algo nesse nível. Para você, isso talvez não seja nada especial, mas para mim é um salto evolutivo imenso. A ideia por trás disso é a mesma que sustenta os desafios de desenho . Ao contrário do que muita gente pensa, desenhar bem não é questão de dom (isso não existe), é uma questão de esforço, dedicação e persistência. Você não vai virar um Charles Lavesso da noite para o dia, mas no fim de um mês, o seu trigésimo desenho será muito melhor que o primeiro. Falo por experiência própria! Desenho coisas aleatoriamente, para me manter ativo e para me desafiar. Gosto de experimentar outros materiais e formas novas de pintar quando faço isso. Observando meus desenhos e pinturas atuais, consigo perceber quanto venho

Sobre desafios de arte

Saudações visitantes! Outubro passou e fiquei bem longe daquele desafio de desenho famoso. Depois de duas tentativas, percebi que fazer um desenho por dia, exige muita criatividade e força de vontade e eu confesso, nem sempre estou criativo e trabalho com algo muito cansativo (para a mente). Não vou nem falar sobre a "confusão" que deu com o criador do desafio, quero falar sobre outra coisa. Fim de semana passada, recebi um convite para participar do #dezafio9 da loja Dezaina . E o desafio foi montado sobre a ideia de se fazer uma releitura de uma obra de arte de um artista famoso. Assim que vi o convite, pensei em não participar, a última vez que participei, criei muitas expectativas e a frustração de não ter ganho ou sequer ter sido citado, gerou uma " bad vibe " chata demais. Eu acabei transformando o desafio em competição e isso não gerou algo bom em mim. No fim, percebi que isso não era legal para mim e me afastei desse tipo de competição. Algumas competições

Abóbora | Pintura digital do esboço à finalização

Saudações visitantes! Conforme prometido, vou destrinchar meu processo de pintura digital usando a abóbora que postei recentemente no Instagram . Tudo começa com a escolha da(s) referência (s) que você vai utilizar para criar a pintura. Gaste muito tempo nesse processo, a chance do seu trabalho ficar melhor por conta disso, é alta. Então vale o custo. No caso da pintura que fiz, apenas tentei reproduzir digitalmente a imagem da abóbora, por isso escolhi apenas uma imagem qualquer como referência. Pois o foco da pintura não era o resultado final, mas sim o processo. Nesse caso, uma pesquisa no Google ou no Pinterest resolve. Usei o Photoshop para criar e refinar o esboço para definir melhor o contorno do desenho e para sugerir um pouco do volume da imagem. Em seguida, com a ferramenta laço , desenhei e separei em três níveis o que seria pintado. Mas aqui, depende da sua experiência com o software, se quiser pode desenhar usando o Bézier e criar formas vetoriais modificáveis. Como eu p

Minhas três melhores borrachas

 Saudações visitantes! Vou voltar a fazer um tipo de postagem que eu usava muito no blog antigo, são as "postagens drops ". Elas geralmente são sucintas e em sua maioria, análises práticas. Nessa publicações, muitas vezes apenas exponho minha opinião ou experiência com algum material ou como o utilizo. Espero que gostem! Infelizmente, não vou ter fotos desses materiais para mostrar, por que eu não fiz essas fotos quando comprei esses itens. Sendo assim, vou usar fotos da internet mesmo e vou citar as fontes para evitar dor de cabeça. Lembro ainda que essa é a minha opinião, você pode experimentar esses materiais e chegar às suas próprias conclusões. Te convido à expor suas opiniões nos comentários também, o aprendizado deve ser uma constante. Vamos aos itens: 3° - Borracha Faber-Castell Preta FC Max Na época que comprei essa borracha, cismei que precisava recompor minha bolsa de materiais para desenho e esboço com materiais da cor preta. Por causa disso, comprei essa borracha

Retorno?

Saudações caros visitantes! Por vários motivos, faz um bom tempo que não publico nada aqui e apesar de saber que para quem visita o blog, essa ausência pareça descaso, afirmo que não é. Como todo adulto em certos períodos de sua vida, nos últimos anos, a minha passou por mudanças que me roubaram boa parte do tempo e da empolgação que tinha para compartilhar meus conhecimentos sobre arte. Esse era o ideal que alimentou o cerne deste blog por um bom tempo. Ato este, que me deixava muito feliz no começo e que depois de um tempo, por cobranças pessoais, se tornou um fardo. Algumas dessas mudanças também me propiciaram ter acesso a muitas coisas que eu não tinha antigamente, inclusive materialmente. Mas uma das coisas que mais mudaram, foi a intensidade com que o cansaço existencial afeta minha mente. Hoje, mais velho, mais vivido e mais cansado, tenho experiências que não só enriquecem minha mente, mas que também aumentam o peso de cada passo que dou. E nem vou usar esse post para falar so

Giz Pastel Oleoso

Saudações caros visitantes! Até cerca de uma semana atrás, dos materiais que eu possuo, acreditava que os pasteis oleosos eram os mais difíceis de se utilizar. Tentei aprender como funcionavam em três oportunidades diferentes e em nenhuma delas, obtive resultados satisfatórios. Mas isso mudou quando resolvi me desafiar. No início, fiz testes explorando as variações de cores disponíveis em desenhos bem simples. E a medida que comecei a entender melhor como utilizar o material, me arrisquei em pinturas mais complexas como a desse peixe logo acima.

O desafio Mr. Freeze

Saudações caros visitante! Recentemente, fui convidado por um amigo( @thiagoactuarian ) à participar de uma competição de criação de trabalhos artísticos no Instagram. O desafio consistia em pintar algo usando cores frias e publicar usando a hashtag " dezafio3 ". Esse desafio, foi proposto pela loja de materiais artísticos Dezaina em parceria com a COPIC. Para ser sincero, por mim, não participaria desse desafio, principalmente por causa da falta de tempo (mesmo nessa quarentena, continuei trabalhando de casa) e por causa do que estamos vivendo atualmente, esse momento de insanidade política do Brasil. Mas, como eu fui convidado por um amigo, resolvi aceitar a proposta. Depois de pensar bem sobre o que pintaria, resolvi aproveitar uma ideia que tive há um tempo. A de desenhar vilões do Batman, um dos super-heróis que eu mais gosto. E como o desafio era sobre cores frias, desenhar o Mr. Freeze veio bem a calhar.