Pular para o conteúdo principal

Postagens

Sobre paisagens e evolução

Saudações visitantes! Hoje, quero falar um pouco sobre evolução, não a científica , mas àquela que acontece quando praticamos demais  algumas habilidades que adquirimos na vida, como o desenho e a pintura. Essa história de dom não existe, tudo é prática e esforço . Recentemente fiz três estudos de pintura de paisagem, um sobre um cenário do filme A Viagem de Chihiro do estúdio Ghibli, outro sobre a igreja e lagoa que são alguns dos símbolos da cidade em que vivo, além de uma pintura de um campo qualquer. E cheguei a constatação de que enfim alcancei o nível de pintura (utilizando guache) que sempre quis. Os filmes dos estúdio Ghibli, em especial A Viagem de Chihiro e o Castelo Animado foram essenciais para mim, pois são algumas das minhas principais influências quando o assunto é pintura de cenários com guache. Depois de descobrir como esses cenários eram pintados, estudei com guache o máximo possível para tentar entender as técnicas e os materiais necessários para se fazer algo assi

Maluco beleza

Saudações visitantes! Como devem saber, nos últimos meses tenho estudado tinta acrílica ostensivamente e na postagem de hoje, vou mostrar como andam esses estudos. E como sempre estou me desafiando a fazer algo fora da minha zona de segurança, além do estudo de tinta acrílica em si, dessa vez resolvi testar uma técnica muito interessante, que vi o pintor Cesár Córdova explorar em seu canal. É um técnica clássica que consiste em pintar primeiro o volume do motivo retratado na pintura, para depois aplicar os matizes diluídos até quase ficarem transparentes. No vídeo, Córdova usa tinta óleo nesse processo, mas como óleo e acrílica compartilham algumas características, no fim o estudo deu certo. Usei como referência para esse trabalho uma foto de nada mais, nada menos que o grande Raul Seixas. E para dificultar mais ainda, peguei uma foto em preto e branco. Ou seja, depois de construir o volume, precisei procurar referências do tom de pele dele para tentar entender como

Black Queen

Saudações! Depois de meio século de distanciamento do blog, retorno com um dos meus últimos estudos em acrílica, a Rainha Preta. Fiz essa pintura no meu Sketchbook One A4 da Canson. Como a folha é de 100 g/m², precisei preparar ela antes de pintar e desta vez, ao invés de gesso acrílico, usei médium acrílico em tubo da Acrilex. Funcionou bem, mas prefiro o gesso. "O Medium Acrílico em tubo é como uma tinta acrílica qualquer, mas sem pigmento . Você usa ele quando quer aumentar o tempo de secagem da tinta ou diluir ela sem que se perca o corpo da tinta em tubo. Você expande a tinta mantendo suas características. Digamos assim, você pode diluir a tinta sem deixá-la líquida." Usei basicamente tintas da Acrilex nesse trabalho, tem um pouco de Pebeo também, mas em geral, usei Acrilex mesmo. É muito prático, elas são disponibilizadas em potes e já vêm diluídas , prontas para aplicar no suporte. Ganho agilidade assim e desperdiço menos tinta, porque é impossível não desperdiçar ac

Natureza morta com pastel oleoso

Saudações visitantes! Recentemente, houve um aumento considerável de acessos à postagem sobre pastel oleoso . Aí pensei: como o pessoal gostou do conteúdo, vou fazer mais um trabalho com pastel oleoso demonstrando minha evolução depois daqueles estudos, a fim de provar que o tempo pode maturar o conhecimento sobre algo. Há, eu estou reorganizando as postagens e "catalogando-as" por temas, como: Aquarela , Guache , etc. Basta conferirem no canto direito da tela em Marcadores . Foi a forma que encontrei para diminuir o caminho entre vocês e o que tenho à falar sobre esses assuntos. Bom, vamos à pintura. Pastel oleoso sobre papel Kraft 180 g - 297 x 210 mm Usei os pasteis oleosos da Pentel, gosto muito da pigmentação deles e da facilidade de se misturar os gizes e obter outras cores. Não tenho certeza se disse isso da outra vez, ou mesmo se sabia disso , mas é interessante dar um tempo de "descanso" entre as camadas aplicadas. Isso possibilita ao papel absorver um pou

Estudos de textura e cor

Saudações!  Dando continuidade ao que disse no post anterior, pintei mais dois animais que estavam reservados para estudo há séculos, dessa vez vou mostrar um sapo e um caracol . Ambos foram escolhidos como estudos de textura e cor e eu acho que o resultado ficou bom. Resolvi testar também o uso do papel Kraft 180 g com o guache e até que deu certo. Ele ficou levemente enrugado, mas por incrível que pareça, suportou várias camadas de água sem rasgar ou derreter. Essas pinturas foram feitas no formato A5 e a superfície colorida do papel ajuda na hora de preencher o fundo, por que ele se destaca em relação às cores da pintura. Enfim, foram bons estudos. Espero que gostem! Abraços e até breve.

Red Fox

Saudações visitantes! A postagem de hoje será bem sucinta. Fiz a pintura à seguir, para iniciar um tópico de pinturas de animais que será criado no meu portfólio . Nesses últimos dias, estou afastado do Instagram e isso esta me ajudando a focar em outras áreas que de alguma forma, "larguei num canto da sala". A consequência de me afastar do Instagram é quase palpável, tenho mais tempo para fazer outras coisas, como ler ou assistir séries, ou mesmo, dormir. Produzir para o Instagram cansa muito por causa da periodicidade e do baixo retorno (o que para mim é bem frustrante). Então vamos seguir assim por um tempo. As novidades, serão publicadas aqui e/ou no meu  portfólio . Essa pintura foi feita com guache Talens em um papel Canson 200 g no formato de 145 x 210 mm. Tentei brincar com a variação entre áreas detalhadas e outras, cuja textura ou o volume foram apenas sugestões. De acordo com os " meus conceitos de pintura ", essa é uma clássica pintura de

Cenário Ghibli

Saudações visitantes! Realizei a pintura de mais um cenário de uma das animações do Estúdio Ghibli, nesse caso, A viagem de Chihiro . Dessa vez, usei uma referência mais simples, a fim de diminuir o nível de dificuldade da pintura. Da última vez, pintei a casa de banhos e foi muito demorado. Dessa vez, gastei cerca de duas semanas (não em questão de horas, mas sim em dias que parei para pintar um pouco). Usei apenas guache Talens e uma folha de papel Canson Desenho 200 g. Essa pintura não tem bordas, então todo o formato dela compreende o de uma folha A4, ou seja 210 x 297 mm. Espero que tenham gostado. Abraços e até breve.